Como contratar influencers? Vejo o passo a passo para o sucesso

Como contratar influencers? Vejo o passo a passo para o sucesso

560 420 Squid - Plataforma de marketing de influência

Você já se perguntou como contratar influencers para o seu negócio? Essa é uma das questões que muitas empresas ainda não sabem como resolver.

Hoje, é certo dizer que as formas de consumo mudaram. Com a Internet, o boca a boca de antigamente evoluiu e potencializou o que antes era restrito às vizinhanças e aos grupos de amigos, e a consequência disso foi uma só: o surgimento de pessoas capazes de persuadir outras. Nesse cenário, influenciadores digitais ganham cada vez mais exposição e, assim, a onda do marketing de influência também ganhou força.

Trabalhando com influenciadores digitais

O ambiente da Internet é extremamente democrático. Dentro dele existe espaço para todo mundo, independente de gênero, idade, tribo, orientação política ou religiosa, e afins. Cada pessoa tem a possibilidade de buscar os conteúdos que deseja consumir e ser impactada por outras que os produzem. Nesse sentido, é preciso seguir uma lógica sobre como contratar influencers que é bem semelhante à essa de conteúdos online que acabamos de comentar.

#Definindo sua estratégia

O marketing de influência é uma forma de fazer marketing como outra qualquer. Assim, é preciso entender seu produto, as pessoas que o consomem, o público que você deseja impactar.

Se você está desenvolvendo o plano para contratar influencers por meio do marketing de influência, a proposta continua a mesma. É preciso identificar o nicho da sua empresa, quais influenciadores digitais são expoentes e produzem conteúdos direcionados, e qual é o alcance e a relevância deles.

Conheça os tipos de influenciadores digitais

Para contratar influencers que se encaixam melhor na proposta da sua campanha é preciso, primeiro, entender quem são eles. De maneira geral, os separamos em dois grandes grupos: celebridades da web e microinfluenciadores. Cada qual com suas particularidades, pontos positivos e negativos.

#Celebridades da web

Como o próprio nome diz, as webcelebridades são pessoas bastante populares na Internet. Possuem um alcance grande (milhões de pessoas) e, por conta disso, são ideais para campanhas que miram uma grande audiência.

Porém, por serem tão populares, acabam tendo uma legião de fãs que as seguem simplesmente por quem elas são, e não pelo conteúdo que produzem. Isso significa que o interesse da audiência das celebridades da web pode não ser em torno do produto de uma marca.

Outro ponto a ser considerado é que ainda existe uma relação muito forte entre audiência e custo de investimento, tornando webcelebridades mais caras e, por vezes, pouco acessíveis.

#Microinfluenciadores

Diferentemente das celebridades, microinfluenciadores não possuem um alcance tão grande. Entretanto, possuem uma audiência altamente engajada e que realmente consome um conteúdo nichado.

Além disso, por serem “pessoas comuns”, são muito mais acessíveis para sua audiência. Dessa forma, contratar influencers de nicho pode aumentar consideravelmente a permeabilidade no momento de tirar dúvidas e de auxiliar no atendimento da marca – e isso pode ser uma grande vantagem.

Como os influenciadores impactam no atendimento da sua marca

Mas, dito tudo isso, talvez você pense: “Ah, o alcance das celebridades é tão maior que o micro não vai me ajudar”. Aí que reside a ideia de escalar sua estratégia de marketing de influência utilizando não apenas um, mas vários influencers.

Assim, a audiência, que até então era reduzida, cresce ao mesmo tempo que mantém o alto engajamento e a alta qualidade do conteúdo.

Como buscar influencers

Se você já viu como uma campanha de marketing de influência é criada, deve saber o quão complicado é encontrar o influencer ideal para determinada estratégia.

Porém, caso ainda não tenha tido essa experiência, pense na seguinte situação: você quer encontrar perfis de influenciadores que têm entre 5 mil e 500 mil seguidores, que sejam do seu nicho, da sua cidade e que produzam um conteúdo que você goste.

Apesar de parecer uma missão fácil, a contagem de usuários mais recente aponta que só o Instagram tem mais de 800 milhões de membros ativos, dificultando (e muito) a tarefa de buscar influencers para suas ações de marketing.

#Pesquise e organize os influenciadores

De modo geral, existem algumas formas distintas de buscar influencers para suas campanhas, manuais ou não.

Entre as formas manuais acessíveis de se encontrar influenciadores, estão a página de hashtags do Instagram, a página de localizações e grupos de influenciadores.

#Página de hashtags

O Instagram disponibiliza, dentro da plataforma, uma página específica para você acompanhar as publicações que acompanham determinadas hashtags.

Caso você queira buscar uma hashtag específica, basta seguir o padrão abaixo, onde buscamos a #teamsquid.

Para buscar as que abraçam o seu nicho, é só alterar esse espaço para a que você desejar.

A partir dessa página, você encontrará publicações (e consequentemente perfis) de determinados nichos.

#Página de localizações

Além da página de hashtags, a plataforma do Instagram também possibilita encontrar publicações de acordo com a localização geográfica.

A busca é igualmente simples, basta procurar pelo nome do lugar na barra de pesquisas. O resultado é semelhante a este:

#Grupos de influenciadores

Outra forma manual de buscar influencers para a sua estratégia de marketing é por meio de grupos que algumas plataformas possuem.

No Facebook, por exemplo, existem diversos grupos de influenciadores que possibilitam desde a busca para campanhas até a criação de debates sobre o mercado e sobre produção de conteúdo.

É muito comum que marcas, agências e consultores, utilizem tais grupos para encontrar e recrutar influenciadores.

#Agências de marketing de influência

No universo da influência também existem agências e agentes cujo foco é fazer a gestão de carreira do digital influencer.

Algumas agências têm, inclusive, áreas específicas de atuação, facilitando o contato com determinados nichos.

#Plataformas de influenciadores

Além das buscas manuais e via agentes, também é possível utilizar plataformas de tecnologia que fazem a ponte entre anunciantes e influenciadores.

A facilidade desse formato de busca está no fato de que a tecnologia permite que a pesquisa seja extremamente assertiva.

Aqui na Squid o anunciante consegue segmentar a busca por:

  • Palavras-chave;
  • Hashtags;
  • Localização geográfica;
  • Nichos e categorias;
  • Audiência;
    • Faixa etária;
    • Localização da audiência;
    • Gênero;
    • Interesses;
  • Idade;
  • Gênero;
  • Quantidade de seguidores.

No final das contas, a utilização de tecnologia permite a anunciantes encontrar e contratar influencers ideais para campanhas e, ainda por cima, economizar tempo na busca.

#Análise dos conteúdos e engajamento

A busca por influencers, além de visar a classificação de acordo com as características, deve passar pela análise dos conteúdos que creators fazem e pelas respectivas taxas de engajamento.

É importante ter em mente que tudo o que é criado carrega uma identidade única e tem uma mensagem a ser passada. Portanto, entender esses pontos e saber como alinhá-los à intenção sua marca faz desta uma etapa fundamental.

E por último, mas não menos importante, resta a análise do engajamento de influenciadores.

Observar se o influencer tem um engajamento real (sem compra de likes), se responde aos comentários e dúvidas e se se relaciona bem com seus seguidores também faz parte da etapa da busca.

Como contratar influencers

Após encontrar influenciadores para a sua estratégia de marketing de influência, vem o próximo passo: contratá-los.

Sejam webcelebridades ou microinfluenciadores, é essencial abrir um canal de comunicação e relacionamento com eles, além de ter em mente que cada influenciador tem características únicas.

#Chegando até o(s) influenciador(es)

Apesar da etapa de busca ser importante, é ainda mais fundamental saber como chegar até os influencers.

Nos casos de busca manual, dentro do próprio Instagram ou através de grupos, existem duas opções: e-mail, que muitos deixam disponíveis na própria página, ou mensagem direta. Como as informações estarão dispersas na plataforma, o anunciante precisará compilá-las para trabalhar de maneira mais fluida.

Já quando a busca é feita via agências, o contato e a negociação são feitos diretamente com os assessores de cada influenciador.

Diferentemente das duas formas manuais, o uso das plataformas de influencers permite ao anunciante encontrar os contatos citados acima, bem como via telefone, por exemplo.

#Criando relacionamento com influencers

Sabendo quais são as formas de contatos dos influenciadores, chega o momento de realmente criar um relacionamento com eles.

Os influenciadores são, muito além de apenas isso, criadores de conteúdo. Entender o estilo de cada um e dar autonomia no momento da criação são fundamentais para desenvolver uma boa via de comunicação.

A horizontalidade na construção de uma estratégia de marketing de influência é essencial para uma ação de sucesso. Afinal de contas, ninguém melhor que o criador de conteúdo para falar sobre sua própria audiência.

#Negociando com influenciadores

Esta talvez seja a parte mais sensível ao se contratar influencers e causa de muitas discussões. Afinal de contas, se o perfil é de um microinfluenciador é lógico que sua remuneração é pequena, certo? Errado!

A questão do custo inclui uma série de variáveis: gastos que influencers têm para a produção do conteúdo, o alcance que eles têm, bem como engajamento e interação que o perfil possui.

Hoje em dia muito se fala sobre as formas de pagamento para influencers, se devem ser via permuta ou cachê. Porém aqui vai uma pergunta (e uma provocação também): como você paga as suas contas?

Como o mercado de influência se movimenta e se profissionaliza mais a cada dia, o pagamento somente por permuta acaba desvalorizando todos os lados – criadores de conteúdo, o mercado de marketing de influência, os anunciantes e o esforço funcionário em toda essa cadeia.

No final das contas, o ideal é entender todas as variáveis para, a partir disso, ter uma base sólida de custos e remuneração.

Conclusão

Buscar e contratar influencers é uma tarefa que exige organização e bastante dedicação, mas os resultados existem e reforçam a humanização na comunicação das marcas.

Os influenciadores, muito além de divulgar um produto ou experiência, têm o poder de tornar a marca mais humana e mais próxima de seus consumidores.

Por ser “gente como a gente”, cativam seguidores com uma linguagem simples, acessível e rica em conteúdo.