Instagram Stories: conheça nossas ferramentas de monitoramento

Instagram Stories: conheça nossas ferramentas de monitoramento

560 420 Squid - Plataforma de marketing de influência

O Instagram Stories é uma ferramenta que está sendo cada vez mais utilizada. Desde que foi lançado, em agosto de 2016, o recurso conquistou fãs e bateu a marca de 300 milhões de usuários ativos em apenas um ano após sua primeira aparição. Não à toa, o Facebook anunciou recentemente algumas mudanças em seu algoritmo para 2018, e que podem trazer ainda mais relevância para a ferramenta.

Nesse sentido, o monitoramento de Stories se tornou arma importante para mensurar o retorno que seu uso pode trazer para campanhas. E é sobre isso que iremos falar nas próximas linhas.

#Mas antes, uma breve introdução

Facebook vs. Snapchat

Para entender um pouco sobre como o Instagram Stories surgiu, vamos voltar um pouco no tempo. Após tentar comprar a Snap Inc., empresa detentora do Snapchat, pelo valor de US$ 3 bilhões (e ser rejeitado), o Facebook resolveu buscar soluções para contornar a concorrência.

Com isso, criou dois aplicativos distintos que tinham a mesma finalidade: o Poke e o Slingshot. As propostas, apesar de muito parecidas com a do Snapchat, acabaram não vingando e atraindo grande audiência, já que o uso deles não era tão intuitivo como o do concorrente.

Depois de muito bater na mesma tecla e ver o número de usuários da Snap Inc. crescer vertiginosamente, o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, decidiu incorporar essa mesma funcionalidade na plataforma, criando assim o Instagram Stories. A funcionalidade, extremamente parecida à do Snapchat, com as mesmas mensagens efêmeras, impulsionou ainda mais o crescimento da plataforma – o Instagram atingiu 700 milhões de usuários ativos por mês em 2017. Porém, apesar de semelhantes, o Stories tem suas particularidades, que veremos a seguir.

#Como funciona?

Um pouco da parte técnica

Diferentemente das publicações tradicionais no Instagram, que permanecem no feed por tempo indeterminado, o Stories tem uma intenção bastante particular: a de possibilitar o compartilhamento de momentos (ou histórias) curtos e que aparecem em destaque para os seguidores de um determinado perfil.

No geral, as publicações no formato de Stories têm duração semelhante às do rival Snapchat, de apenas 24 horas de existência. Entretanto, o Instagram Stories também permite a criação de histórias em destaque, que são escolhidas pelos próprios usuários e ficam fixas no perfil, como publicações tradicionais.

Assim como no feed comum, o Instagram Stories permite a veiculação de fotos e de vídeos, com duração máxima de 15 segundos. Uma das principais diferenças entre fotos comuns e postagens no Instagram Stories é que essas últimas contam com uma maior possibilidade de edição, já que podem ser adicionados efeitos visuais, filtros (que também estão presentes nas publicações fixas), stickers, textos, entre outros.

O uso do Stories, portanto, possibilita, de maneira fácil e visualmente atrativa, que os usuários mostrem para seus seguidores fatos do dia a dia e cobertura de eventos ao vivo (há, inclusive, a possibilidade de transmissões em tempo real, também conhecidas como livestreams).

Com todas essas funcionalidades, e com a construção de um mecanismo tão robusto, o Stories passou a ser o queridinho dos usuários das redes sociais, desbancando o Snapchat (finalmente, para Mark Zuckerberg). E, assim, o Facebook passou a disponibilizar métricas específicas para a ferramenta, abrindo espaço para uma nova forma de negócios.

#Metrificando os Stories

Os segredos para o sucesso

Não é segredo nenhum que os resultados obtidos por meio das redes sociais, bem como de toda e qualquer ação de marketing (incluindo as de marketing de influência), precisam ser metrificados. Valendo-se de números e de KPIs (key performance indicator, ou indicadores de performance) específicos, é possível mensurar o retorno obtido em cima de determinado investimento (ROI), entre outros indicadores.

O Instagram, que já contava com as métricas para publicações estáticas no feed, passou a oferecer, em 2017, dados também para o Instagram Stories. Dentre as métricas disponibilizadas para usuários que possuem conta com perfil comercial (também conhecida como business) estão:

  • Alcance – representa a quantidade de pessoas que viram a publicação;
  • Impressões – representa quantas vezes a publicação foi visualizada;
  • Respostas – representa a quantidade de respostas que o perfil recebeu naquela publicação específica;
  • Saídas – representa a quantidade de rejeições ao conteúdo, ou quantas pessoas desistiram de continuar na publicação em questão.

#Surfando no marketing de influência

Metrificando influenciadores digitais

Ao mesmo tempo em que plataformas de mídia social (Facebook, YouTube e Instagram) atraíram usuários e anunciantes, a Internet e a enorme quantidade de pessoas navegando proporcionaram um efeito novo e, até então único, que consistia em ter pessoas comuns conquistando destaque e voz de autoridade – e que passaram a ser reconhecidos como influenciadores digitais. Nesse sentido, anunciantes passaram a enxergar uma nova forma de transmitir suas mensagens e conteúdos, utilizando esses mesmos influenciadores.

Mas, como metrificar os resultados das ações quando veiculadas por terceiros, no caso, influenciadores digitais? A mensuração de resultados de ações de marketing de influência, apesar de simples, não é tão fácil.

Quando tratamos de ações específicas com celebridades da web e com poucas publicações, a obtenção dos resultados é razoavelmente simples: comumentemente, o influenciador cede as métricas para o anunciante. Porém, pensando em microinfluenciadores, imagine o seguinte cenário: uma ação com 10 perfis, cada um publicando 2 conteúdos fixos no feed e 1 no Stories.

O resultado disso é que, mesmo que as publicações sejam abertas para todo o público, o anunciante vai precisar coletar e atualizar uma a uma, além de ter de pedir para influenciadores cederem as métricas do Stories dos perfis pessoais de cada um. Aí complicou, certo?

Com isso em mente, a Squid desenvolveu uma tecnologia que faz a captação automática de todos esses números: quantidade de conteúdos, alcance, impressões e taxa de engajamento, tanto dos posts quanto dos stories. Além de facilitar o trabalho na coleta dos dados, disponibilizamos os conteúdos gerados durante a campanha, caso seja do interesse do cliente utilizá-lo em suas redes – tanto individual quanto coletivamente.

Acompanhamento das métricas de todos os perfis que foram selecionados para participar da campanha

Acompanhamento das métricas e dos conteúdos gerados por cada perfil, de maneira individual

Para as ações de marketing, dos mais diversos tipos, formatos e veículos, é essencial ter no horizonte que a única forma de medir o retorno em cima do investimento é através de números e dados. Seja no investimento em SEO, em mídia paga ou em influenciadores digitais, as métricas são sempre aliadas de anunciantes.